Café arábica encerra dia em NY com leves altas nos principais vencimentos

por Notícias Agrícolas:

Nesta terça-feira (12), o mercado do café arábica encerrou o dia com leves altas na Bolsa de Nova York (ICE Futures Group), ainda com um movimento um pouco lateralizado em relação ao começo da sessão.

Julho/18 encerrou a 35 pontos de alta, a 117,45 cents/lb. Para setembro/18, a alta foi de 30 pontos, a 119,50 cents/lb. Dezembro/18 teve alta de 35 pontos, a 123,10 cents/lb e março/19, alta de 45 pontos, a 126,60 cents/lb.

O analista de mercado Marcus Magalhães, em seu programa "A Voz do Café", destacou que não há nenhum fator no radar climático que possa atrapalhar os trabalhos de colheita no Brasil. Do lado mercadológico, o dólar deve buscar um ponto de equilíbrio para os próximos dias.

Na Bolsa de Nova York, a tendência é que as cotações sigam lateralizadas até que haja algum fato novo para mexer com o mercado.

Segundo dados do Cecafé, em março deste ano o Brasil exportou um total de 1,7 milhão de sacas de café, com receita cambial de US$ 258,6 milhões. Em relação ao mesmo mês do ano passado, houve uma queda de 34,7% no volume de café exportado, o que reflete o momento da entressafra da produção, somado aos impactos da greve dos caminhoneiros e das manifestações de diversos setores que ocorreu durante o mês. Já em relação ao mês de abril, a queda foi de 28,3%.

De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o país deverá produzir um recorde de 57,1 milhões de sacas de café na safra deste ano, 3,2% acima do esperado no mês passado.

O dólar, por sua vez, teve uma queda de 0,52% na sessão de hoje, cotado a R$3,7075.

Mercado interno

O café tipo 4/5 teve variação apenas em Poços de Caldas (MG), com queda de -0,44%, a R$456,00.

Para o café tipo 6 duro, a maior variação do dia foi a alta de 2,22% em Espírito Santo do Pinhal (SP), a R$460,00. Já o Oeste da Bahia teve a maior queda, de -2,21%, a R$442,50.

O café tipo cereja descascado teve queda em três praças, sendo a maior em Patrocínio, de -1,05%, a R$470,00.

O indicador Cepea/Esalq para o café tipo 6, referente a ontem (11), teve queda de -1,01%, a R$451,09.

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Você deve ser Logado para deixar um comentário.